Páginas

14 de jan de 2010

Resenha: Os Grandes Símios, de Will Self


"Os Grandes Símios" talvez seja um dos livros mais loucos e insanos que alguém pode ler. No começo, o leitor pode ficar extremamente horrorizado com os termos e situações que Will Self dispõe no romance. É claro que isto não é, de forma alguma, um ponto negativo. Talvez para uns, sim, mas para os que admiram uma experiência literária semelhante a um sonho estranho e, ao mesmo tempo, real, o livro pode ser um banquete.

Esta é a história de Simon Dykes, um artista plástico residente de Londres, que, depois de uma noite cheia de bebida, drogas e sexo com sua namorada, Sarah, acorda em um mundo dominado por chimpanzés. Ao se deparar com a cena, principalmente com a de uma macaca-Sarah deitada em sua cama, Simon tem um ataque agressivo, de modo que um grupo de chimpanzés o busca e o leva para uma clínica psiquiátrica. Acontece que, neste mundo, Dykes é dado como um "chimp" louco que pensa ser um humano.

É depois disso que Zack Busner, um psiquiatra renomado, começa a cuidar de Simon, levando-o pouco a pouco a recuperar a sua "chimpunidade". Isso quer dizer que ele vai ter que aprender a aceitar o contato  com outros símios, voltar a ter controle sobre seu corpo e, principalmente, ver a si mesmo como um chimpanzé, e não como um homem.

Will Self trás em seu romance um coquetel de personagens singulares e bem construídos (embora muitas vezes bizarros), inversão de valores e pensamentos dignos de um psicopata, mergulhado em uma Londres verdadeiramente selvagem.

Uma observação interessante é que, ao longo da história, o leitor vai se acostumando (provavelmente) com o mundo de Self. As situações e os atos dos chimpanzés não parecem tão estranhos, de modo que a "chimpunidade" vai se assemelhando cada vez mais com a humanidade.

O que se pode perceber, muitas vezes, é que podemos ser (e somos!) tão selvagens e animalescos quanto os chimpanzés.

4 comentários:

  1. Boa resenha, Matheus. Estou meio encalhado nesse livrão.

    ResponderExcluir
  2. Interessante. Fiquei com vontade de ler. Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    desculpa colocar este recado aqui, mas não encontrei outro lugar. Depois que voce ler, apaga.
    Estamos promovendo um concurso para escritores amadores, em nosso site www.originalcomments.ning.com e se voce quiser participar vai ser bem legal.
    Abraços, te espero lá.

    ResponderExcluir
  4. Ahá, até que enfim uma resenha boa para este livro, me deixou com mais vontade ainda pra lê-lo... Espero que não transformem em filme logo, eles estão me deixando louco com esta mania, rsrs.

    ResponderExcluir